Cd Jazz de Tutti Baê e Liliana Bollos na play list do Vox Music

foto liliana bollosfoto liliana bollos 3Abaixo amigos segue o link da play list de Jazz, que é só clicar, dar o play e começar a ouvir.
São doze músicas que fazem parte do cd de Jazz de Tutti Baê e Liliana Bollos, agora já masterizado!
etapa a etapa hoje chegamos a mais essa realização, um cd com apenas dois instrumentos piano e voz, no repertório músicas memoráveis e inesquecíveis como Cheek to Cheek – Irving Berlin, Blue Moon – Rodgers and Hart, Summertime de George and Ira Gershwin, God Bless the Child – Billie Holliday, Goodbye Pork Pie Hat- Charles Mingus, entre outros temas elas gravaram também o negro spiritual ” Take my Hand Precious Lord” e ” St Louis Blues”  ! quem quiser fazer um tour por essas lindas músicas passeando pelo tempo de 1900 até a1970 está convidado é só clicar e começar!!!

http://www.voxmusicstudio.com.br/jazz-2/


VIBRATO

descrito como pequenas variações de freqüência e intensidade que ocorrem de forma rápida e regular durante o canto. Para alguns autores, o vibrato resulta da contração alternada entre as musculaturas diafragmática e laríngea. Após esses estudos, o vibrato foi classificado em dois tipos: vibrato de amplitude e de freqüência.
Vibrato de Amplitude- é uma variação de 1 a 6 decibéis na intensidade do som.Isso ocorre devido a pressão subglótica, determinada por contrações dos músculos abdominais.Estas pulsações atuam sobre a musculatura intrínseca da laringe, responsável pela produção vocal. Portanto o controle do vibrato de amplitude é de alguma maneira voluntário, pois podemos controlar a movimentação da musculatura abdominal. Esse tipo de vibrato é mais usado no canto popular
Vibrato de freqüência- mediado pela laringe
Se dá por contrações do músculo cricotireóideo(CT). No entanto, se existir tensão excessiva da musculatura intrínseca a fonação se tornará tensa, o que pode provocar uma interrupção na emissão do vibrato. Este tipo de vibrato é bastante observado no canto lírico. Cantores de jazz e música popular fazem uso de vibrato com baixa alteração na freqüência, variando de 3 a 4 hertz. Em pesquisa realizada com cantores sertanejos, observou-se oscilação na faringe, de 5,2 a 7,8 hertz demonstrando similaridade com que ocorre no canto lírico, enquanto a extensão do vibrato varia entre 0,03 a 1,57 semitom. O vibrato ocorre quando o cantor consegue realizar a vocalização de modo relaxado, sem que haja tensão excessiva da musculatura laríngea, utilizando corretamente a coluna de ar.

O vibrato excessivo na voz é denominado Tremollo e traz uma sensação de enfraquecimento vocal.
(texto do livro Canto equilíbrio entre corpo e som- Claudia Pacheco – Tutti Baê) ed. Casa Vitale Instrumentos Musicais